Desenvolvendo o cérebro de VANT’s


ANSYS-SCADE foi utilizado para dar vida a uma aeronave convencional não tripulada

Ações militares e de policiamento com aeronaves não tripuladas (conhecidos como Drones ou VANTs – Veiculos Aereos Não Tripulados), estão se tornando cada vez mais presentes. Do ponto de vista da engenharia, o desenvolvimento de controladores dos VANTS é um desafio, que tem sido contornado com o uso de algumas ferramentas. Uma delas é o ANSYS-SCADE, software embarcado de gerenciamento de sistemas da aeronave que fornece os instrumentos necessários para o desenvolvimento de drones.

A empresa italiana Piaggio, que desenvolve aeronaves e motores de propulsão desde 1922, utilizou o ANSYS-SCADE para dar vida a um novo desafio, o de transformar uma aeronave convencional tripulada em um VANT com alto grau de automatismo e independência. A Piaggio ainda precisou adaptar o projeto da arquitetura de controle, seguindo elevados critérios de certificação da indústria aeroespacial (DO-178 – nível A) para garantir a precisão e segurança da aeronave VANT.

O cérebro do VANT é composto pelos sistemas de gerenciamento e de controle. Esses sistemas estão encarregados das principais funções críticas como: controle de voo, motor de propulsão, gerador, trem de pouso, detecção de gelo, navegação e comunicação. Todas essas funções precisam ser programadas e integradas no software embarcado de gerenciamento de sistemas da aeronave. Nesta importante etapa do processo a Piaggio usou as metodologias baseadas em modelo do ANSYS-SCADE para o desenvolvimento dos códigos.

Aeronave não tripulada
Aeronave convencional não tripulada

Diferentes sub-funções dos controladores foram implementadas através de modelos determinísticos com geração automática e qualificadas do código em linguagem C. Testes e simulações virtuais implementados antes da implantação no hardware permitiram a descoberta de erros e a correção dos mesmos em estágios iniciais, otimizando o processo de desenvolvimento.

Como resultado, aproximadamente 125 mil linhas de código foram geradas automaticamente pelos modelos em alto nível do ANSYS-SCADE utilizando o gerador de código qualificado KCG. A metodologia com SCADE permitiu a Piaggio reduzir de planejados nove meses de desenvolvimento para apenas cinco. No ponto de vista de trabalho e custos os ganhos foram na ordem de 50%.

O vídeo abaixo apresenta o case (em inglês):

Fonte
ANSYS


Comentarios

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *