Simulações atestam a confiabilidade de sistema da Petrobras


Simulação computacional é usada para testar Sistema de Separação Submarina Água-Óleo (SSAO) da Petrobras

A relação mantida entre a Petrobras e a ESSS – Engineering Simulation and Scientific Software – contribui para o desenvolvimento de sistemas mais eficientes e seguros. Um exemplo de sucesso da parceria entre as empresas é o Sistema de Separação Submarina Água-Óleo (SSAO), instalado no campo de Marlin, na Bacia de Campos (RJ).

Com o auxilio da ESSS para a realização de simulações multifásicas acopladas à transferência de calor, usando o pacote ANSYS-CFD, foi possível identificar zonas de acúmulo de partículas sólidas (areia e sedimentos) geradas por recirculação dos fluidos. Isso levou a modificações no projeto que evitaram a formação dessas zonas de recirculação, o que garantiu à Petrobras o Prêmio ANP de Inovação Tecnológica, no ano passado. Acesse o case completo aqui.

O SSAO é considerado uma inovação tecnológica por ser o primeiro sistema de separação submarina água-óleo do mundo instalado em águas profundas, permitindo a separação dos dois fluidos ainda no fundo do mar, injetando a água extraída novamente no reservatório. Isso faz com que haja uma folga na planta de processo, economizando espaço na plataforma e permitindo o aumento da capacidade de processamento do óleo na unidade. Acesse o Case completo aqui

Leia também…
Petrobras ganha Prêmio ANP de Inovação Tecnológica com suporte da ESSS


Comentarios

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *