Pós-graduação em engenharia: 7 dicas para escolher um curso


Em um mercado cada vez mais competitivo muitos engenheiros buscam um curso de pós-graduação para se diferenciar frente a outros profissionais, bem como aprimorar e agregar novos conhecimentos ao portfólio. Porém, ao buscar uma formação, esses profissionais se deparam com uma infinidade de cursos de especialização e surge o questionamento: quais aspectos que devem ser considerados no momento de escolher um curso? As dicas abaixo apontam alguns critérios que devem ser avaliados na hora de escolher um curso de pós-graduação em engenharia.

1. Crescimento profissional
Questione-se: Qual o curso de pós-graduação em engenharia eu me interesso e pode ajudar a elevar o meu patamar profissional? Com foco nessa resposta, busque uma área na qual tenha interesse de se aprofundar e que esteja alinhada aos seus objetivos profissionais. Além disso, verifique dados do setor, converse com profissionais que trabalham na área e entenda profundamente quais os principais desafios enfrentados. Outro critério que se deve considerar é a possibilidade de verificar quais áreas da engenharia têm carência por mão de obra qualificada, como por exemplo a simulação computacional em engenharia  que é uma área que está crescendo constantemente. Crescimento profissional

2. Torne-se um especialista!
São raras as oportunidades em que o estudante, durante a graduação, tem a possibilidade de se dedicar e aprofundar os conhecimentos em algum tema/área. Busque um curso de pós-graduação em engenharia que proporcione esse diferencial. Cada vez mais o mercado valoriza profissionais que além de ter conhecimentos gerais de um bacharel agrega competência e habilidades específicas. Busque ser referência, um expert no assunto! Torne-se um especialista!

3. Instituição de Ensino
Opte por instituições de ensino que sejam referência no tema de interesse e que possuam credibilidade no mercado. Vale destacar que uma instituição não deve ser qualificada pela quantidade de alunos matriculados, mas pela reputação da mesma no mercado, pela qualidade do corpo docente da instituição, pela infraestrutura que a escola disponibiliza aos estudantes, pela ementa do curso e pela metodologia aplicada. Outra dica importante é buscar referências sobre a instituição e a formação com ex-alunos. Instituição de Ensino

4. Teoria aliada à prática
Avalie as disciplinas oferecidas no curso, converse com a coordenação da instituição e entenda se há equilíbrio entre a teoria e a prática. Ao optar por um curso de pós-graduação em engenharia, lembre-se de que o mercado precisa de profissionais que saibam o que fazer e como fazer e que estejam aptos a aplicar os conhecimentos no dia a dia da empresa e buscar soluções seguras e eficientes. Teoria aliada à prática

5. Corpo Docente
A experiência de aprendizagem pode ser ainda mais prazerosa quando se encontra professores que aliam o conhecimento prático ao teórico e auxiliam os estudantes a desenvolverem as habilidades com didática. Busque informações relacionadas ao perfil dos professores e qual a formação deles – especialização, mestrado ou doutorado. Avalie também onde esses profissionais atuam ou atuaram no mercado de trabalho, bem como as linhas de pesquisa acadêmica desenvolvidas. Corpo Docente

6. Convênio com Instituições Internacionais O padrão do curso é internacional? Avalie se a instituição de ensino possui convênio com escolas estrangeiras. É fundamental que os temas e as metodologias adotadas pela escola estejam em consonância com as melhores práticas do mundo. Instituição de Ensino

7. Fique atento!
Busque todas as informações possíveis! Pesquise, leia, converse, ligue, escreva. Invista tempo na busca por informações relacionadas ao curso e a instituição de ensino que está pretendendo investir os seus recursos. Também vale lembrar que é importante comparar as opções e avaliar o custo-benefício da escolha. Fique atento

É importante destacar que escolher um curso de pós-graduação em engenharia e efetivar a matrícula representam apenas o primeiro passo diante de um novo desafio. Também é preciso levar a sério os estudos e praticar os exercícios propostos pelos professores. O comprometimento do estudante deve estar alinhado com o potencial que a Instituição tem em facilitar o processo de aprendizagem. Bons estudos!

Saiba mais…
QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL É DIFERENCIAL EM TEMPO DE CRISE
ANSYS FORNECE SOFTWARE DE SIMULAÇÃO GRATUITO A ESTUDANTES

pós-graduação em simulação computacional


Comentarios

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *