Etapas do Ciclo de vida de um Projeto


As etapas do ciclo de vida de um projeto de engenharia consistem no conjunto de fases que as empresas seguem, geralmente em ordem sequencial de execução e é marcada pela entrega de um componente ou conjunto já devidamente dimensionado e testado.

Representação esquemática do ciclo de desenvolvimento de um produto

Representação esquemática do ciclo de desenvolvimento de um produto

1. Conceito
Todo projeto se inicia nesta etapa. Neste momento se contempla a possibilidade de desenvolver algo novo ou aprimorar o desempenho de algum equipamento já existente.

2. Design
Nesta etapa os projetistas entram em ação. Aqui os esboços e modelos CAD (Computer-Aided Design) são desenvolvidos.

3. Análise
Esta é a etapa na qual o protótipo digital, ou modelo virtual, é criado e estudado. Baseado na geometria desenvolvida no CAD, o analista CAE  (Computer-Aided Engineering) pode fazer a simulação do equipamento e prever seu comportamento, contemplando melhorias. Caso a análise apresente falhas ou possibilidades de melhoria, o projeto retorna à etapa de CAD para efetuar alteração significativa no modelo. Se a análise fornecer bons resultados, o projeto segue o percurso no ciclo.

4. Protótipo físico
Depois da etapa de simulação, um modelo físico real é construído. Este modelo pode ser em escala reduzida ou em tamanho real e será submetido a diversos testes na etapa a seguir.

5. Testes
Ao passar pelas etapas anteriores, espera-se que bons resultados sejam medidos no equipamento no momento de teste. Aqui entra o time experimental, que realizará diversos ensaios para avaliar o dispositivo.

Se os resultados obtidos no modelo real divergirem daqueles do estudo CAE, então constata-se que não foi comprovada a validação do equipamento e será necessário voltar a etapas anteriores do ciclo para configurar modificações no projeto e calibrar a análise CAE. O objetivo da simulação é utilizar os modelos virtuais para antecipar aspectos do desempenho do dispositivo, economizando assim custos com protótipos e modelos reais intermediários.

Se os resultados estiverem dentro do esperado, isso significa que o modelo virtual e real estão devidamente calibrados. Desta forma a simulação realizada teve acurácia e a validação do protótipo digital foi assegurada, o que faz com que a empresa economize altos valores envolvidos no tempo de retrabalho da equipe de projeto e na fabricação de protótipos virtuais e realização de testes.

6. Produção
Uma vez que, em harmonia com o protótipo digital, o modelo real atendeu às expectativas, o equipamento está pronto para ser produzido e comercializado.

Qualquer projeto de engenharia passa por esta sequência de ações e a execução de todas essas etapas assegura a eficiência e desempenho do produto final. As ferramentas de simulação da ANSYS tem presença garantida nesta workflow por reduzir custos e aumentar não só a produtividade, mas também a versatilidade do projeto.


Comentarios

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *