Quarta-técnica – Figuras no ANSYS Workbench Mechanical


Após realizar uma análise, sempre é necessário documentar os resultados obtidos, por meio de tabelas, gráficos e figuras. Embora muitos estejam acostumados a usar recursos mais gerais do Windows (como Copiar e Colar) para obter essas imagens, a interface do ANSYS Workbench Mechanical possui algumas ferramentas que podem tornar essa tarefa mais fácil, além de complementar as informações disponíveis no arquivo de simulação.

Estas ferramentas podem ser acessadas pelo menu abaixo, na barra de ferramentas principal do Mechanical.

figura 1

Os itens Figure e Image se comportam de maneira semelhante, podendo ser inseridos em qualquer entidade da árvore de projetos, como geometria, carregamentos, malha e resultados. Um novo ícone será adicionado nessa entidade, permitindo acesso rápido a cada uma dessas imagens ou figuras. Como ocorre com qualquer ícone da árvore do Mechanical, é possível renomear o Figure e o Image para sua identificação.

figura 2

A principal diferença entre essas duas opções está na forma como se comportam na interface do programa. Ao usar o Image, é realizado um printscreen da janela gráfica na exata configuração em que o modelo se encontra. Ou seja, tem-se uma imagem estática que reproduz a visualização da tela gráfica.

Por sua vez, o Figure corresponde a uma imagem “tridimensional”, que possui sua própria configuração de visualização. Em outras palavras, é possível alterar a orientação e/ou zoom da vista, modificar a escala de resultados, ativar a visualização dos elementos e qualquer outro ajuste visual, de forma independente em relação ao modelo.

É importante lembrar que o Figure está associado aos arquivos de simulação mais recentes. Caso os resultados e/ou malha sejam limpos, essas informações também serão apagadas no Figure. Por sua vez, qualquer Image criado será mantido, mesmo que todos os arquivos de simulação sejam apagados.

Dessa forma, o usuário pode utilizar o Figure para criar diferentes visualizações de seu modelo, que serão sempre atualizadas ao rodar novamente, mantendo assim o mesmo padrão de orientação. Enquanto isso, o Image é interessante para guardar o histórico de rodadas anteriores, em uma avaliação de convergência de malha ou teste de nova condição de contorno, por exemplo.
Continuando com os demais comandos, o Image From File também adiciona uma imagem a qualquer item da árvore de projetos. Porém, em vez de ser uma imagem do modelo, o usuário pode selecionar um arquivo externo, que é visualizado diretamente no Mechanical. São aceitos arquivos de extensão BMP, JPEG e PNG.

figura 3

Se necessário, o zoom dessa imagem pode ser ajustado, usando a combinação de teclas CTRL+ ou CTRL- para ampliar ou reduzir respectivamente. Usando CTRL+0 retorna-se à escala original.

Com o Image From File, é possível adicionar qualquer tipo de imagem, auxiliando assim no entendimento da análise. Por exemplo, uma foto do equipamento real, uma tabela com a referência dos carregamentos aplicados ou uma especificação de norma para avaliação dos resultados.

Caso seja de interesse usar a imagem em outro aplicativo, como em um relatório em Word ou PowerPoint, existe a opção Image to File para gravar um arquivo. Seu funcionamento é semelhante ao Image com um printscreen da tela, porém será criado um arquivo externo no diretório escolhido pelo usuário. Ele pode ser usado também a partir de um Figure ou Image, para gravar um arquivo de uma figura ou imagem gerada previamente.

Antes de gravar o arquivo, uma tela de preferências é apresentada, onde algumas opções adicionais da imagem podem ser ajustadas. Se desejado, essas opções podem ser configuradas nas opções gráficas do ANSYS Mechanical.

figura 4

• Graphics Resolution: permite ajustar a resolução da imagem, desde o padrão 1:1 apresentado na tela do Mechanical até o padrão 4:1 de alta qualidade;
• Capture: opção para desativar a legenda de resultados;
• Background: mantém a cor de fundo da janela do Mechanical ou ajusta a imagem para fundo branco;
• Font Magnification Factor: aplica um fator de escala na fonte usada na legenda.

Por fim, o comando Image to Clipboard fornece uma forma simples e direta de copiar a imagem da tela gráfica para a área de transferência do Windows, para ser assim colada em outro documento. Essa operação pode ser realizada também por meio do atalho CTRL+C. Trata-se de uma operação mais prática do que usar o método de captura de tela padrão do Windows, que copia toda a tela, incluindo as barras de ferramentas do Mechanical.

Cabe ressaltar que todas as imagens inseridas na árvore, criadas por meio dos comandos Image, Figure e Image from File, são inseridas no relatório padrão do Workbench Mechanical. Para o caso particular do Figure, pode-se escrever um título para a figura, no campo Caption disponível na tela de detalhes.

Uma informação interessante é que as imagens estáticas, geradas pelos comandos Image e Image from File, podem ser acessadas diretamente pelo Windows Explorer, no diretório de arquivos de simulação. Elas são gravadas na pasta “Figures and Images”, criada no diretório SYS correspondente à análise, localizada em dp0\Global\MECH.

Outra forma para ter acesso às imagens, incluindo aquelas geradas pelo comando Figure, consiste em publicar o relatório padrão do Mechanical, por meio do comando Publish. Observando que será necessário gerar o relatório em formato HTML com as figuras em separado, para ter acesso aos arquivos das imagens. Essa é uma forma prática de gerar todos os arquivos de uma só vez, ideal para situações onde seja necessário gerar muitas imagens.

Embora seja possível obter imagens da simulação seguindo metodologias mais gerais, as ferramentas acima proporcionam uma alternativa interessante para esse processo, proporcionando não apenas um maior controle e padronização da qualidade das imagens, mas até mesmo reduzindo o tempo necessário para a gravação desses arquivos, principalmente em análises com diferentes cenários com um grande volume de imagens. Por fim, o uso das ferramentas de figuras do Mechanical também contribui para uma melhor organização do arquivo de simulação, com o uso de imagens auxiliares para a compreensão do projeto.


Comentarios

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *