Quarta-técnica – Graphics Annotation e Comment no ANSYS Mechanical


Como mostramos neste artigo, o ANSYS Workbench Mechanical possui diferentes ferramentas gráficas para a criação de figuras, que podem ser utilizadas não apenas para pós-processamento, mas também para indicar informações adicionais para uma melhor compreensão da análise realizada. Por exemplo, um gráfico obtido em ensaio experimental pode ser adicionado à árvore de operações, servindo como referência para as propriedades de material utilizadas no modelo.

Entretanto, existem situações onde é mais simples ou mesmo mais recomendado que tais informações adicionais sejam apresentadas na forma de texto. O ANSYS Workbench Mechanical possui duas ferramentas, geralmente pouco conhecida pelos usuários, que permitem inserir comentários no modelo, auxiliando no entendimento da análise desenvolvida. Esses recursos são o Graphics Annotation e o Comment, disponíveis na barra de ferramentas padrão do programa.

figura1

O Graphic Annotation corresponde a uma nota curta, que é visualizada diretamente na área gráfica do Mechanical, muito semelhante a um Probe tipicamente usado em resultados. Sua definição é bem simples: após ativar o comando, é necessário clicar em qualquer ponto sobre a geometria para marcar a sua posição, e em seguida digitar o texto desejado na janela Graphic Annotations que se abre na parte inferior da interface. Pressionando ENTER, a anotação gráfica é criada. O texto pode ser alterado por essa janela, clicando duas vezes sobre o mesmo.

figura2

Esta legenda tem um ponto de ancoragem sobre a geometria, dessa forma a visualização pode ser alterada e ela permanecerá fixa nesta localização. Se for necessário alterar a sua posição, basta ativar o filtro de seleção de anotações, indicado na imagem a seguir, para reposicioná-la com o mouse. Diferente do que ocorre com as legendas dos Probes de resultados, que a partir da versão 18 podem ser movidas livremente em relação ao seu ponto de ancoragem, a anotação gráfica deve ficar sempre coincidente com a sua posição de origem, sobre a geometria.

figura3

Cabe ressaltar que esta anotação é vinculada ao item da árvore selecionado durante a sua criação, e só será exibida quando este item for selecionado. Por exemplo, caso o Graphic Annotation seja criado quando um determinado resultado estiver selecionado, ele só será mostrado quando o usuário clicar sobre o ícone desta plotagem. A lista de anotações gráficas criadas pode ser visualizada pela janela Graphics Annotations, juntamente com um registro da data e hora em que ela foi criada. Selecionando-a por essa janela, o Mechanical mostra automaticamente o item da árvore de operações associado a essa anotação.

figura4

Para remover uma anotação gráfica, clique com o botão direito sobre sua linha na janela Graphic Annotations e use a opção Delete (opção disponível na versão 18 em diante). Outra opção consiste de selecionar a legenda na tela gráfica com o filtro de seleção de anotações e pressione a tecla DELETE. É importante lembrar também que estas legendas podem ser desativadas momentaneamente, acessando a janela de Annotation Preferences.

figura5

O Graphic Annotation é uma ferramenta interessante para adicionar informações sobre a geometria do modelo, em que seja necessário indicar também uma localização específica. Por exemplo, mostrar onde é a região de interesse, indicar um local onde seja necessário revisar a geometria, entre outras aplicações. Entretanto, não se mostra adequado quando o volume de informação é muito grande, uma vez que a legenda possui restrição de quantidade de caracteres.

Nestas situações onde seja necessário um detalhamento mais extenso, a ferramenta Comment pode ser usada. Da mesma forma que o anterior, ele pode ser associado a qualquer item da árvore de operações da análise, incluindo imagens que tenham sido inseridas com os comandos Image ou Image from File. Um ícone do comentário é incluído, subordinado ao item de referência, como pode ser visto a seguir. Cabe ressaltar também que múltiplos comentários podem ser adicionados a um mesmo item da árvore.

figura6

Ao selecionar o comentário, surge na parte inferior da janela uma caixa de texto. Ela possui uma série de botões, típicos de um editor de texto convencional, que permitem alterar o tipo e tamanho da fonte, configurar formatação em negrito, itálico e sublinhado, assim como inserir listas numeradas ou com marcadores. Existem também comandos para alterar as cores da fonte do texto e do fundo, assim como para inserir uma imagem de um arquivo. Esta janela possui também ferramentas para a área de transferência, que permitem recortar, copiar e colar dados.

figura7

Desta forma, o Comment traz uma grande flexibilidade para o detalhamento de informações adicionais da análise, não importando o volume de texto necessário. A possibilidade de inserir imagens complementa o comentário inserido, algo que não é possível no Graphic Annotation. Ele também serve como forma para criar legenda para imagens inseridas na árvore. O comentário pode ser acessado diretamente pelo seu ícone (que pode ser renomeado), além de ser exportado para o relatório padrão do Workbench. Um exemplo de comentário é mostrado a seguir.

figura8

Os recursos Graphic Annotation e Comment são geralmente pouco utilizados pelos usuários de Workbench Mechanical, mas podem ser úteis para um maior detalhamento da análise desenvolvida, em especial como forma de registro de decisões de modelagem adotadas ou referência de informações associadas ao projeto.


Comentarios

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *