Solução de Problemas de Manutenção Industrial com Simulação


Na indústria, equipamentos são projetados para um número mínimo de ciclos. Entretanto, quando este tempo de operação é alcançado, esses equipamentos não são necessariamente desativados.

Em diversas unidades industriais, vasos, tanques e dutos já ultrapassaram, em alguns casos, décadas a mais do estipulado nos projetos, mas ainda continuam em operação. Neste caso, não podemos avaliar sua operação e manutenção segundo os critérios de projeto, é necessário levar em conta o histórico de operação.

Neste período de crise, busca-se possibilitar o prolongamento da vida operacional dos equipamentos. Isso pode ser permissível através do método de elementos finitos aliado a códigos de projetos, como o API 579, que trabalham com a regulação de equipamentos já em operação e potencialmente no limite de sua vida útil nominal.

Manutenção_Industrial

A simulação numérica aplicada à manutenção industrial permite a avalição de geometrias complexas, indicando suas principais zonas de esforços e potenciais regiões de falha, além de permitir uma representação mais realística das propriedades mecânicas do material.

Essas características tornam o método de elementos finitos uma ferramenta excelente para diagnosticar potenciais problemas de fadiga, trincas ou instabilidades em estruturas, facilitando inclusive a avaliação de potenciais reparos a equipamentos industriais.

Quer saber mais sobre possibilidades de manutenção industrial, e como ferramentas numéricas podem otimizar sua operação? Assista a este Webinar Especial Gratuito e reduza custos com paradas de manutenção.

menutencao-industrial


Comentarios

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *